03/11/2014 às 11:00 - Atualizado em 18/02/2016 às 20:55

Notícias do Sindicato

Ciclo de palestras com foco no mercado

Durante cinco dias, estudantes, professores e corretores de imóveis debateram assuntos do mercado imobiliário no 3º Ciclo de Palestras do Curso Técnico de Transações Imobiliárias do Senac Pelotas, promovido com o apoio do Secovi/Zona Sul e do Conselho Regional de Corretores de Imóveis/3ª Região RS. O evento encerrou sexta-feira com o painel da experiência profissional dos ex-alunos Dirceu Balverdú, Rejane Schild e Jair Fernandes no mercado.  Participaram do evento, o coordenador do curso TTI, Eduardo Almeida, o presidente do Secovi Zona Sul e delegado regional do Creci em Pelotas, Sérgio Cogoy, e o conselheiro regional do Creci/3ª Região-RS, Victor Edson Moreno da Fonseca. Na abertura do Ciclo, o setor de Habitação da Caixa em Pelotas apresentou as linhas de crédito habitacional disponíveis para quem deseja comprar, reformar ou construir imóveis. Informações sobre as opções de financiamento e programas habitacionais podem ser obtidas nas agências da Caixa ou no site www.caixa.gov./habitação e no 0800-7260101.

REGISTRO DE IMÓVEIS- O tabelião substituto do Cartório Dunas, Thomaz Malicheski Victória, falou sobre a documentação necessária para lavrar uma escritura pública na compra e venda de imóveis, sejam eles, casas, apartamentos, terrenos e propriedades rurais que passam pelo processo de transferência de posse de uma pessoa para outra. Para a qualificação das partes são necessários os documentos do imóvel, do vendedor e do comprador. Após lavrada no cartório de notas (tabelionato) e assinada pelas partes envolvidas na negociação, a escritura deverá ser registrada no cartório de registro de imóveis. Somente assim, o imóvel será transferido para o patrimônio do comprador e ele será realmente dono do bem.  Enquanto a escritura não é registrada, o imóvel não é transferido para o comprador ou donatário e continua em nome do vendedor ou doador, respondendo por eventuais dívidas do mesmo.

CORRETORES E ESTAGIÁRIOS- O supervisor do Departamento de Fiscalização do Creci/3ª Região-RS, Cléber da Costa Santos, falou aos alunos do TTI e profissionais sobre as ações do Conselho para tornar o mercado imobiliário gaúcho mais seguro. Ele respondeu aos questionamentos dos alunos sobre a atuação do estagiário de TTI na imobiliária ou plantões de venda, registro profissional provisório e definitivo, código de ética profissional, a lei 6.530/78 que regulamenta a profissão de corretor e define seus direitos e obrigações, além das penalidades disciplinares. Conforme o supervisor, o exercício profissional do corretor de imóveis no Estado mudou para melhor. Em 1999, 50% das pessoas que atuavam no mercado imobiliário não tinham registro profissional. Hoje, o exercício ilegal da profissão não chega a 10% no mercado gaúcho. 

OPERAÇÃO VERANEIO- Segundo informou Cléber Santos, na segunda quinzena de dezembro o Creci-RS iniciará a Operação Veraneio nas praias do litoral norte e sul com o propósito de coibir o exercício ilegal da profissão pelos chamados “atravessadores”, que tentam atrair os veranistas com ofertas de imóveis para locação por temporada, que muitas vezes acabam em golpes, prejudicando proprietários, veranistas e o mercado de aluguéis.

PRÁTICA IMOBILIÁRIA- A gestão diária dos serviços de uma imobiliária foi o tema apresentado aos participantes do Ciclo pelo diretor da Prolar Imóveis, André Garcia Petry, que também é diretor do Conselho de Relações do Trabalho do Secovi Zona Sul. Com atuação em Pelotas nos segmentos de Locações, Vendas e Administração de Condomínios, a imobiliária interage diariamente com um expressivo número de clientes, predominantemente proprietários e locatários de imóveis, síndicos, subsíndicos e condôminos, prestadores de serviços e fornecedores de produtos. O atendimento ao público, explicou André Petry, é feito pelos funcionários de cada segmento, pois cada um deles envolve assuntos e práticas específicas. Ele detalhou o funcionamento operacional de cada setor da imobiliária. Na área de Vendas, por exemplo, os serviços envolvem o atendimento aos proprietários de imóveis avulsos e de empreendimentos, agenciamento e o cadastro do imóvel no sistema da imobiliária, visitas ao imóvel, proposta, documentação, contrato- de escritura ou financiamento- e o registro de imóveis.

HABILIDADES DO CORRETOR- Para André Petry, um bom corretor de imóveis precisa conhecer o cadastro de imóveis, identificar e utilizar as ferramentas de comunicação na internet e outros meios digitais, estabelecer contato permanente com os demais corretores, manter-se atualizado para atender clientes de diferentes perfis, saber entrevistar o cliente, conduzir e não ser conduzido por ele tanto na entrevista como em todas as etapas do atendimento.   

GESTÃO SINDICAL- O consultor da Fecomércio, Ricardo Abud, orientou a equipe do Secovi Zona Sul quarta-feira em reunião técnica do Sistema de Excelência em Gestão Sindical. Ele retorna à Pelotas nos dias 18 de novembro e 16 de dezembro.

Assessoria de Comunicação do Secovi/Zona Sul

Jornalista Zulmar Hundertmarck Lessa

e-mail: secovi@secovizonasul-rs.com.br

site: secovizonasul-rs.sicomercio.org.br.  

www.facebook.com.br/secovizonasul.rs

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobre o Sindicato

Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis e dos Edifícios em Condomínios Residenciais e Comerciais da Zona Sul do Estado do Rio Grande do Sul